quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Desculpas... de novo

Pois é, está virando rotina, mas aqui esotu eu de novo, em meu enésimo post, pedindo desculpas pela falta de updates e pelo meu recente relapso nos blogs alheios. Mas, se servir de consolo, nem no meu eu tenho vindo. E isso se deve a alguns motivos, que pretendo enumerar de forma breve e sucinta.
Estou de férias, mas nem por isso tenho tido tempo livre. Como já comentei algumas vezes, farei uma prova no consulado japonês para concorrer a uma bolsa de um ano de estudos no Japão. Essa prova se dará dia 22 de fevereiro, o que significa que a data está próxima e o tempo está passando. Além de estudar, tenho que preencher os formulários, conseguir minha documentação e treinar minha conversação, visto que teremos de entreter o consul, em japonês, por algo em torno de 15 a 20 minutos. Haja japonês para encher todo esse tempo. Além disso, estou me mudando. O que significa desmontar a casa, separar o lixo, juntar minhas coisas e depois botar tudo no lugar, só que no apartamento novo. Além do mais, parece que meu bom nome de tradutor se espalhou (ao menos, eu gosto de pensar que tenho um bom nome), e cada vez mais gente tem me mandado trabalho. O que significa menos tempo para as miscelâneas, blog incluso. Isso sem falar que meu pc me odeia. Mas eu já disse isso.
Então me perdoem, mas, como já disse meu amigo Pernalonga, "Por hoje é só, pessoal".

7 comentários:

Marília Maia disse...

Querido blogueiro, Tá perdoado!!!
Sei como é esse negócio de ter férias, mas na verdade ainda ter que trabalhar... boa sorte em sua prova. Intertenha muito esses japoneses...
tchau!

Gi disse...

ahuahauhauhauah

faça como uma gueixa para entreter esses japoneses!!

Hermes disse...

dhsauhd, é uma boa fazer como uma gueixa, e boa sorte...kkk

Thiago César disse...

na verdade ele diz "isso é tudo, pessoal"... hehe!

boa sorte!

Marcella disse...

Boa Sorte!!! E bons estudos!!!

CA Ribeiro Neto disse...

Thiago Cesar, o especialista em pernalonga (sem trocadilhos)!

Masnh, num perdoou porque não tem o que perdoar! O bom filho à casa torna!

Paulo Henrique Passos disse...

Esses vinte minutos devem ser bem mais sufocantes que todo o ano que tu vai passar no Japão - espero que passe.

Ótima prova, cara!