domingo, 10 de janeiro de 2010

Feliz ano novo (um tanto atrasado)

Bom, eu sei que não tenho postado aqui nem com a confluência necessária de um blog semanal nem com a precisão necessária para um blog considerado de quinta(-feira). E eu achava inclusive que ficaria mais uma semana sem postar por alguns motivos: um deles a falta de criatividade para o momento, outro a vontade de descansar e de não fazer nada nesse momento (o que, para o bem ou para o mal, não poderá ser feito; muito estudo e esforço pela frente). Contudo, apesar disso, enquanto viajava na internet, de repente me deparei com o blog de um dos meus autores favoritos, o britânico Neil Gaiman. Para quem não conhece, é um romancista que iniciou sua carreira em histórias em quadrinhos e que, mais tarde, migrou para uma arte com mais palavras e menos desenhos. Mas isso não vem ao caso. Quem quiser saber mais sobre ele pode procurar pelo google ou por nossa sempre fiel wikipedia. E acreditem, vale a pena.
O que me chamou a atenção foi a mensagem de ano novo que ele postou em seu blog e que depois leu (para uma multidão) quando Londres adentrou o ano de 2010. Achei uma mensagem muito bonita e intrigante, e não tive como evitar o desejo de tê-la também aqui em meu blog. O ano novo já passou, mais de semana, mas creio que nem isso torne a mensagem menos válida. Eis, portanto, a tradução:

"Que seu próximo ano seja cheio de magia, sonhos e saudáveis loucuras. Espero que leia bons livros, e que beije alguém que o ache maravilhoso. E não esqueça de fazer arte - escreva ou desenhe ou construa ou cante ou viva como apenas você pode. Que seu próximo ano seja maravilhoso, em que você sonhe tão perigosa quanto corajosamente. Espero que você crie algo que não existia antes que você o criasse, e que você seja amado e apreciado, e que tenha pessoas que possa amar e apreciar em troca. E ainda mais importante (porque eu acho que deveria haver mais bondade e sabedoria no mundo hoje) que você seja quando necessário for, sábio, e sempre bondoso.
E eu espero que, em algum momento do próximo ano, você se surpreenda."

Eis aí a minha (?) mensagem de ano novo. Sequer é minha, de fato, e está atrasada, mas como eu mesmo havia escrito, não creio que isso tire a verdade, a beleza e a sinceridade destas palavras.

8 comentários:

Marília Maia disse...

Adorei essa parte: "Que seu próximo ano seja maravilhoso, em que você sonhe tão perigosa quanto corajosamente"...
Que todos nós façamos isso... Sonhar, é um risco que corremos, ou ficará em ilusão ou se concretizará, correndo mais ainda riscos.

Não está atrasado... Feliz 2010 para vc também, cheio de sonhos (perigosos e corajosos) para serem realizados.

Gi disse...

pois é... tenho que fazer mais arte..

engraçado como a gente vai procurando ou tentando de identificar com essas mensagens...

feliz 2010 para vc tbm!!!

e não deixe de postaaaaar!! =P

gosto das suas crônicas...

CA Ribeiro Neto disse...

Homi, é claro que vale uma mensagem escrita por outra pessoa. Ainda mais quando a mensagem é boa assim. Acho que pouparíamo-nos bem mais e evidenciaríamos bem mais coisas boas se fizéssemos mais isso, não é?


Homi, por favor, responda o questionário que está lá em meu blog.

Abraço.

Marina disse...

Qualquer escrito de Neil Gaiman vale a pena. Sou fã incondicional.

Feliz 2010, Marcelo. Que seu ano seja tudo isso que ele falou.

CA Ribeiro Neto disse...

Masnh, o meu e-mail eu coloquei naquela postagem do questionário, no final, naqueles asteriscos! hehehehe
Mas já que estou aqui, lhe digo logo: carlinhosguto@hotmail.com


Quanto ao "o que influencia" não é música e eu não o enchergo como poesia, prefiro dizer que é uma prosa em versos! hehehehe

Abraço

Thiago César disse...

jah ouvi falar nesse nel gaiman...
feliz ano novo atrasado pra vc tb!
valew!

Paulo Henrique Passos disse...

Muito boa e bonita a mensagem. inspiradora.

Feliz ano novo também (um tanto mais atrasado) =)

Hermes disse...

Feliz ano novo, eu já tinha desejado antes de comentar aqui, claro! kk
Isso do Neil Gaiman foi genial, queria que tivesse algum brasileiro lendo esse pensamento para mim, no momento. Enfim, eu conheço o nosso camarada, tenho um livro dele aqui, o Coraline, e achei bastante interessante. Procuro novas leituras do mesmo autor, mas agora não posso, tenho muitos livros para ler. Talvez com essa mensagem eu acelere.
MEsmo sem criatividade, poste aqui, faz falta. Eu não tava postando, e tinha os textos preparados, isso que não dá para entender! heuaheauhe. Mas agora voltei. Abração.