domingo, 27 de dezembro de 2009

Canção de um marinheiro

Faz tempo, mas só agora eu percebi que, apesar de prometer, eu não falei sobre minha prova de japonês, o Nouryoku shiken. Como eu já disse em outras oportunidades, é a prova de proficiência feita pela Japan Foundation (a Fundação Japão; e sim, esse é o nome deles mesmo, em inglês. Como é um órgão internacional, decidiram usar o nome em inglês, e não em japonês). Se deu domingo dia 06 de Dezembro. Pois bem, a prova se divide em em três. A primeira prova é de kanjis e vocabulário. A segunda é a prova de audição (o famoso listening :P), e por último, gramática. Pois bem, posso garantir que fui bem na primeira e na terceira. O que me tira o sono, atualmente, foi meu desempenho no teste de audição. Não tenho certeza se fui tão bem assim. Acho que fui mais ou menos. Contudo, para passar no teste, é necessário acertar 60% em cada um das provas separadamente. Se meu mais ou menos foi mais de 60%, passei. Se foi menos, fica para o ano que vem... Saberei disso em Março, apenas. O motivo? Simples, os japoneses querem corrigir a prova (de múltipla escolha, com folha óptica igual a vestibular) em solo japonês. Não bastasse isso, a prova tem de ir, pasmem, de navio! Vai entender...

Bom, mudando de assunto. Para aqueles que leram o meu texto "Luz de velas", deve ter percebido a influência que sofri do poema "Ismália", de Alphonsus Guimarães. É um dos meus poemas favoritos (brasileiro ou estrangeiro). Um dos mais bonitos que conheço. Recomendo a todos que leiam. Minha colega blogueira Gi postou o poema em seu blog (link: http://profetadopassado.blogspot.com/2009/12/ismalia.html). Leiam que vale. Contudo, ainda há mais uma influência que, como se diz, passou batido. Também não os culpo. É uma música e uma banda não muito conhecida do grande público. A música se chama "A Sailorman's Hymn", da banda Kamelot, e conta (ou canta?) a história de uma jovem que acende uma vela à noite para guiar seu marido que está no mar. Para aqueles que têm curiosidade, vale a pena conferir (por favor, tenham curiosidade. Gosto muito desta música (e de outras da banda) e gostaria de compartilhar com vocês). Portanto, aí vai o vídeo. Aproveitem!



10 comentários:

Vermeliasu disse...

Sim eu também recebi a tua! Isso é estranho, algumas pessoas disseram que não receberam minhas mensagens, e se eu não tivesse mandado o celular parar ele tava até hoje tentando enviar

Aaaww me sinto horrível XD
Eu vou viajar amanhã já, e vou estar em São Paulo em janeiro. Mas em fevereiro podemos marcar alguma coisa. E feliz ano novo também, caso meu celular fique berserk de novo no dia 1° xD

Marília Maia disse...

"Será que sou eu quem vai ficar sobrando? Vão me chutar daqui? Nãããããoooo!!!!!"

rsrsrrsrsr, não te preocupas... não vou te exotar do meu blog, muito pelo contrário... seja bem-vindo ao meu "Mundo", ele é complicado, mas no final dá pra tirar alguma coisa dele...rsrsrsrsrsr
Muito obrigada pelas saudações...
Li o seu último texto, mas prefiro não comentar, pois cheguei a casa agora... então farei isso mais pela frente... ok!!!
Mas, posso adiantar que fiquei "Curiosa" em ver o vídeo e acabei vendo, rsrsrsr...

Bom conhece-lo virtualmente!!!

Hermes disse...

Cara, sobre Kamelot, eu conheço faz tempo! kkk Só que fazia um tempão que não escutava, e essa música não lembro não. A que eu mais escuto é "Center of the Universe". Quando eu vi tu citando aqui, corri pra baixar de novo o Eternity deles, que é que tem essa faixa. Curto a banda, só que não mais quanto antes, essa minha época de ouvir muito metal melócido , ou mesmo qualquer metal passou. Só que às vezes ainda escuto. ;D E boa sorte na prova, vai dá tudo certo, espero.

Paulo Henrique disse...

Realmente eu não conheço a banda.
Aquela imagem, no clipe, da mulher chrando na janela lembrou mesmo o teu texto.

Abração, e ótimas festas e feliz 2010!

Thiago César disse...

pensei q tua influencia dakele conto vinha era de outro conto q eu ouvi no contos da meia-noite da tv cultura. soh nao lembro o nome...

quanto a musica, nao sou muito fã desse estilo, curto mais coisas brasileiras, principalmente regionais. de internacional soh curto mesmo smashing pumpkins e radiohead... hehe!

Marina disse...

Também sempre achei Ismália um dos poemas mais bonitos da história brasileira. Talvez porque falasse de mar, talvez porque contasse uma história. Não tenho muita paciência com poemas cujo assunto é puramente sentimentos.

Vim aqui desejar um feliz 2010 para você, Marcelo. Beijos e tudo de bom!

Gi disse...

uahuahauhauha

obrigada pelo marketing!!!

mas então, assim que li a sua história, veio o poema em minha cabeça... mas não lembrava o nome, o autor... nada!!

procurei igual louca meu livro de literatura e nada... fiquei depois procurando pelo google autor por autor so simbolismo brasileiro e português e depois de muito procurar achei...

depois de tanto trabalho, achei que valeria a pena postar no blog, porque, se num outro dia, quiser lê-lo, fica mais fácil achá-lo...

quanto a esse exame, é muitíssimo parecido com os exames de Inglês fornecidos por Cambridge... o seu também foi pago? o FCE para mim foi carissímo... pelo preço, eu passava ou eu passava...

Boa sorte no resultado...

Beijos!

CA Ribeiro Neto disse...

Marcelão, o erro que vi no seu texto foi esse: "...,trancada a sete chaves,..." sete chaves é uma locução adverbial de modo no feminino. Esse caso segue o mesmo de "andando à pé" é o modo como se anda, assim como no caso do texto, é o modo como se tranca. Por isso merece a crase, entendeu?

Cara, não fiquei chateado por você ter corrigido algo no meu texto não, viu! Pelo contrário, volta e meia eu corrijo alguém do blogs de quinta! Só achei inusitado por realmente ver poucos erros seus e achar um logo na mesma semana que você acha um meu! hehehe

Jajá leio o seu texto!

Quanto ao meu da semana passada, algumas coisas foram verdades sim!

Abraço

CA Ribeiro Neto disse...

Marcelão, muita sorte na prova, tomara que dê tudo certo pra você!

Quanto ao texto passado, tenho a impressão de que já tinha lido a poesia antes, mas nao me lembrei não. Só lembrei mesmo quando vi a postagem da Gi.

Quanto ao blogs de quinta, você não é o único de fora do Ceará, a Gi é se SP e a Dalila do Piaui. E como vi vc comentando no blog de alguém, esse grupo tá crescendo mesmo, tou pensando em estipularmos o limite de adesões a 15 e depois só entra um novo, quando alguém desses 15 sair, e o novo integrante viria à convite de um de nós, o que você acha?

Abraço

Gerusa Leal disse...

Oi, Marcelo. Um ano novo muito bom pra você também.

Foto bela, sim, a seleção é de nosso atual editor, o Wesley Peres. Histórias Possíveis é uma revista eletrônica (por enquanto, estamos nos preparando para lançar nossa primeira edição impressa este ano, se Deus quiser), e minha colaboração está lá, dentre as demais da revista, basta clicar no link do título (Um cochilo depois do jantar), ao lado do meu nome.

Prova de japonês não é pra qualquer brasileiro...rs

Amo o poema Ismália e gostei muito da música que segundo você também serviu de referência para o teu belo texto.

Aproveitando as férias, sim, e desejando que você também.
Beijos e obrigada pela visita.